Montebelo: Uma semana de surf, musica e arte

Paris é uma das cidades mais belas do mundo, sem duvidas. No entanto, Paris é bege, uma verdadeira selva de pedras, e possui uma atmosfera muito competitiva. Algumas semanas atrás eu estive no sul da França, em Hoseegor precisamente. Estive  imersa na natureza Francesa respirando o ar fresco, vindo do mar, das montanhas e o mais importante: o mindset dos surfistas.

Hossegor

Hossegor – Sudoeste da França

Durante aquela semana eu estive com artistas, músicos e pessoas que se preocupam em preservar o oceano, todos surfistas. Fiquei completamente inspirada pela paleta de cores naturais do ambiente, e, principalmente pelo grande senso de comunidade e cooperação da galera. Um novo universo se abriu em minha mente.

A semana foi planejada pela agência criativa e internacional Montebelo, fundada pelos surfistas alemães David Vogdt e Joannes Furst, que organizaram um concerto beneficente para a Surfrider Foundation Europa com a banda Californiana Allah-Las.

Allah-Las t-shirt produced by Montebelo

Allah-Las T-shirt produzida por Montebelo

Em um esplêndido e luminoso domingo de sol, os surfistas começaram o dia indo para a praia a procura da onda perfeita, “acompanhados” pela solidão e maguinitude deste esporte.

Johannes Fürst - photo by  Cris Alvarez

Johannes Fürst – photo by Cris Alvarez

O surf foi seguido por um delicioso churrasco no jardim, preparado de uma maneira coletiva,  nos colocando juntos para celebrar a vida e a amizade. Com um magnífico por do sol, a banda Allah-Las tocou a céu aberto, suas músicas melancólicas , porém, alegres e românticas para mais de 250 pessoas, encerrando este dia perfeito.

Surfers barbecue

Surfers barbecue

Allah-Las few minutes before the concert

Allah-Las – minutos antes do show

Allah-las few minutes before the concert

Allah-las – minutos antes do show

Allah- Las concert for Surfrider Fundation Europe

Allah- Las show para a Surfrider Fundation Europe

Allah- Las concert for Surfrider Fundation Europe

Allah- Las show para a Surfrider Fundation Europe

Um outro dia, visitamos o escritório da Surfrider Fundation Europa, em Biarritz (40km de Hossegor), uma organização sem fins lucrativos dedicada a defender, salvar, melhorar e administrar de maneira sustentável o oceano, a costa marítima, as ondas e as pessoas que dividem esta mesma paixão pelo mar. Durante a visita  fiquei impressionada em descobrir como pequenas coisas podem poluir uma grande quantidade de água. No escritório da Surfrider, existe uma caixa exposta que representa na realidade a quantidade de água que é poluída por duas “inocentes” bitucas de cigarro, por exemplo.

Surfrider Fundation Europe office

Surfrider Fundation Europe escritorio em Biarritiz

Biarritz

Biarritz

Biarritz

Biarritz

Talvez como uma reflexão do aquecimento global, mesmo em pleno verão, tivemos alguns dias de chuva e frio durante a semana. O que não é um grande problema quando você também tem as montanhas por perto .

Indo para a área rural, acompanhada do artista e também surfista Quentin, tivemos a oportunidade de pintar pranchas de surf com spray.

"Campaign" in Hossegor

No “campo” em Hossegor

Quantin é um artista que começou as pintar nos anos 80 em lugares abandonados. Atualmente ele mora atrás das dunas em Hossegor, ainda faz graffiti e cola stickers nas ruas, mas também trabalhos incríveis em telas, baseados em diferentes temas relacionados ao mar.

Quentin spraying on the bord

Quentin spraying na prancha de surf

Spray on boards

Spray nas pranchas

Um dos temas de Quantin, chamado,  “ Eat me tuna” (coma me atum), é um protesto contra a pesca exacerbada de atum. O Atum costuma se alimentar de água viva, e água vida é o pior inimigo do surfista. Ou seja,  quanto menos atum no mar, faz com que as aguas-vivas  proliferem em maior quantidade.

"Eat me tuna" by Quentin

“Eat me tuna” by Quentin

Uma outra série de Quentin é feita apenas com lixo que ele encontra durante suas caminhadas pela praia, mostrando quão poluído estão os oceanos (em breve um artigo completo sobre o trabalho de Quentin inspirado pelo mar).

Em um outro dia ensolarado me  encontrei com um outro artista e surfista chamado Tito Tomasi, que vive metade do ano surfando e a outra metade praticando mountain bike, porém o tempo todo pintando em telas, carros e muros com o tema: Vive La Vie (Viva a vida).

"Vive La Vie" by Tito

“Vive La Vie” by Tito

Esta incrível semana em um dos lugares mais preservados da França, um paraíso para os surfistas, fez me compreender a real importância de propagar, através do meu trabalho, a idéia de preservação e a importância de se ter um lifestyle natural, orgânico e sustentável.

No sentido  artistico, o que mais me fascinou foi a paleta de cores inspirada na natureza, mostrando como pessoas envolvidas profundamente com o mar vêem o mundo.

Aquamarine, azul turquesa, capri, saffron, amarelo terra, champagnhe, verde caribenho….tudo tão soft, calmo e natural.

Viva la Vie! Não coma atum, mas “conte me o que tem em mente”.

Muito obrigada a agencia Montebelo!